Senta que lá vem a história…

Gente antes de continuar na retrospectiva dos últimos meses preciso desabafar!
Como nossa intenção afinal é compartilhar todas as dores e delícias de arrumar o cafofinho chamado de seu, achamos que as pedrinhas no meio do caminho também devem ser divididas e servem para aliviar aquela sensação de que Murphy rege somente a nossa vida.
Tivemos uma semana bem intensa por aqui, nossa obra de igreja insiste em se misturar com dramalhão mexicano, impressionante.
Brasiiiil pede pra sair é muito desesperador esse negócio!

Deixa eu explicar o porque …A obra foi entregue dia 08 de agosto com o chão da cozinha (cimento queimado cinza) e a parede principal da sala (na cor beterraba) surrealmente mal acabados porém “no lugar”.

Expectativa X Realidade

Expectativa X Realidade. A foto da inspiração encontramos no: http://minhacasa.abril.com.br/profiles/blogs/jogo-de-cores-beterraba-chocolate-e-erva-doce. Acho que não dá para ver na realidade, mas a parede tem manchas e catapora (bolhinhas)

Cimento

Expectativa X Realidade. A foto da inspiração pegamos no: http://www.decorfacil.com/pisos-com-cimento-queimad

***Os detalhes de todo o projeto da cozinha estarão no post “Planejando a cozinha”. Ele nasce essa semana chega lá.;)

Estávamos amando o trabalho dessa equipe e não entendemos o que aconteceu para entregarem a obra daquele jeito, por isso fomos conversamos com o pedreiro responsável para entender o porque dos problemas terem se concentrados nas partes que pedimos maior atenção. Depois da conversa combinamos que para ninguém sair prejudicado na história ele viria fazer o conserto no sábado seguinte dia 15 de agosto.

Ufa, nosso cantinho ainda vai ficar lindo.  Depois de tanta decepção ficamos super felizes postura legal dele e relaxamos. Passada a semana chegou o dia D e adivinhem??? Ele não veio!
Teve problema na obra que estava tocando em paralelo e por problemas de dilma$$$ nos pediu mais um pouco de compreensão, mas nos tranquilizou afirmando que não nos deixaria na mão.

No decorrer da semana finalmente ele confirmou e nos disse que viria na sexta dia 21 de agosto, nos  passou a lista dos materiais (lixa, tinta, cimento, pigmento branco, fita). Tudo ok, só que não. Quando fomos pesquisar para a compra descobrimos que não existe pigmento xadrez em pó branco, até encontramos uma outra marca porém sem fácil acesso à compra. Imaginem, depois de tanto prejuízo ficamos super inseguros, achamos melhor pagar mais caro nas lojas locais mais esclarecer as coisas com ele antes de fazer mais o investimento. (no post projeto cozinha você vai entender).
Após os esclarecimentos sobre os produtos  para o cimento queimado ele preferiu voltar na segunda dia 26, por para finalizar nossos problemas o trabalho necessitaria de dois dias . Não questionamos.

“Agora vai” pensamos e chegou  segunda; material todo comprado, cozinha desmontada ele chegou pontualmente. Fizemos os ajustes de tom e padronagem e quando ela vai começar descobre que uma parte do chão está oco e que atrapalharia o resultado. Resultado ele quebra toda a parte oca, fecha e devido ao tempo de secagem só pode terminar o serviço no dia seguinte. Ok, até amanhã!

Desculpem a sacola, mas era tanta raiva que só tenho essa foto.

Desculpem a sacola, mas era tanta raiva que só tenho essa foto.

E mais uma vez ele não vem, justificando estar atrás da ferramenta para polir e dar acabamento no cimento, pois ele não estava conseguindo deixar lisinho. Ok nos vemos quarta, e mais um dia com a cozinha toda desmontada, remendada e suja de xadrez preto.

Chegando a fatídica quarta, adivinhem???
A hora avança e ele não aparece!
Ligamos fora de área, mandamos mensagem e nada.
Depois de um tempo recebemos uma mensagem bem triste e desesperada dele ABANDONANDO A OBRA!!!!

Sabe aquele momento que você não tem o que fazer  que fica totalmente impotente, tenta manter a força e o foco mas o banho de balde de gelo não deixa. Que bate um desespero e uma  vontade danada de chorar?? Para não perder o dia decidimos resolver umas pendências na rua e nos distrair para clarear a mente.
Na quinta ele foi pra rua e eu voltei pra restauração / pintura e não aguentei, sentei e chorei! Fiquei mal de cabeça um tempo, é desesperador os problemas que surgem em uma obra, a falta de comprometimento dos profissionais. Olhar para a cozinha me deixava muito triste.
Mas com um abraço acolhedor, a esperança foi retornando, a força voltou e voltamos para a guerra.

E assim termina o capítulo da semana na pegada forte dos roteiros mexicanos. Com direito a choro, drama, intriga, amor.
Agora com os ânimos recompostos seguimos na luta, conhece um pedreiro na zn do Rio que saiba fazer cimento queimado? Ajuda a gente, passa o contato…rssss

Deu até vontade de tomar uma michelada, bora lá!?

BeijoS2

por Renata Pedro

Anúncios